quinta-feira, 26 de janeiro de 2012

Amor de não amar.

"Te faço sorrir, e chorar.
Te dou tudo que quer e te faço implorar.
Abro as asas e te protejo.
Te entrego aos leões...

Sou teu pão e tua miséria.
Teu reinado e revolução.
Tua saída e prisão.
Teu afago e bofetada.

Um querer e um deixar.
Um prazer e uma dor.
Tua verdade e tua farsa.
O teu caminho e perdição.

Tua cura e teu veneno.
Te dou o paraíso,
Te levo ao inferno.
Te abraço, te sufoco.
Sou o sorriso e a lágrima.
Sou tudo e nada.
Sou um início e um fim.
A tua vida e tua morte."