terça-feira, 13 de março de 2012

Teu abraço.

" Deito no teu peito,
Repouso meus pensamentos no mais doce leito.
Sinto tuas mãos a caminhar pelas minhas curvas,
Sentindo o prazer a correr, a minha visão ficando turva.


Sinto teu cheiro grudar em mim,
Se entranha nos meus cabelos o teu aroma de jasmim.
O sorriso mais lindo que já pude ver,
O coração mais nobre que já pude ter.


E nesse clima doce e sereno,
Te amo um amor que nem é grande nem pequeno.
Só vejo como é um prazer esse nós,
Que nem ata ou desata se não estamos a sós.


Tua voz aos meus ouvidos é doce melodia,
As palavras gentis que me dizes, parecem uma poesia.
E sem tempo e sem demora
Te quero a qualquer custo, pra sempre e a qualquer hora.


Neste ninho te ajeito,
Com teu olhar sereno me deleito.
E todo o afeto que posso entregar,
Com devoção é teu, num gesto de dar.


E quando sinto que precisas ir,
Com pesar lhe deixo partir,
Pois não apenas de querer é feito te amar,
Também é da dor de lhe ver voar."